Os servidores da Receita-protesto “interferência externa”

Dezenas de funcionários públicos no irs estão mais concentrados em frente ao Ministério da Economia e da vontade do Senado e cobrar medidas contra a “influência externa” no conselho, e contra qualquer proposta de reestruturação do Imposto no momento. O Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita (Sindifisco Nacional) tem um movimento em resposta à categoria que tem sido chamado para a ação intimidatórias adotado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e o Tribunal de Contas da união (TCU).

No início deste mês, o ministro da justiça, Alexandre de Paris, bem como afastou a dois auditores, e a empresa suspendeu as inspeções na Receita, que envolveu agentes do estado, incluindo os relacionados com os ministros de seu próprio Reino. Na mesma semana, o primeiro-ministro FEDERAL Bruno Dantas determinou que a receita federal para entregar o conselho de controle, com uma lista dos nomes dos auditores que participaram da fiscalização dos agentes do estado nos últimos cinco anos.

“Queremos mostrar a indignação dos auditores em relação às medidas destinadas a limitar as ações das autoridades fiscais, no seu papel de supervisão. Estas medidas intimidatórias para criar uma lista de vip contribuintes que não estão disponíveis para a Receita”, disse o presidente do Sindifisco Nacional, Kleber Cabral.

Cabral espera contar com o apoio de pelo menos 20 senadores presentes para uma pergunta para o MP e para expressar sua insatisfação com a ação do SUPREMO tribunal federal. “A Receita veio a ser atacado, quando trombou poderoso, até mesmo na Lava-Stream, após o estabelecimento de equipas de especial anti-fraude. Como prever, mesmo em acordos internacionais, pessoas politicamente expostas, deve ter mais supervisão, como é o caso com todos os grandes contribuintes. Estas inspecções devem obedecer critérios técnicos”, diz o presidente do Sindifisco.

O sindicato também reclama que as declarações feitas pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), onde a Receita teria ganhou muita força nos últimos anos. A categoria é rejeitada, e qualquer plano de reestruturação do conselho de administração que leve até a divisão da autoridade Fiscal no local de autoridade para fins de cobrança e de execução. “Estamos preocupados com a discussão de um modelo que restringe as ações dos auditores da Receita. Eu acho que é apenas um balão de ar quente para testá-lo, mas qualquer proposta para o efeito neste momento seria a de enfraquecer o corpo, porque estamos em um ambiente político desfavorável”, disse ele.

Quando Precisar de Desentupidora chame a Desentupidora Curitiba. temos o menor preço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Call Now Button
× WhatsApp